O deputado Fabiano da Luz (PT), coordenador da Bancada do Oeste no Parlamento, participou do ato de entrega de duas propostas do governo estadual voltadas ao enfrentamento da estiagem, realizado na Assembleia Legislativa, na quarta-feira (26). Um dos projetos prevê a destinação de R$ 100 milhões para custear a construção de açudes, de cisternas e a preservação de nascentes d’água. Já a PEC encaminhada objetiva desburocratizar a transferência de recursos aos municípios, por repasses fundo a fundo.

“Em menos de dez dias depois da nossa conversa com o governo, recebemos os projetos na Assembleia. Atribuímos essa vitória coletiva à união de forças de todas as pessoas, das entidades da agricultura familiar e dos deputados abertos ao diálogo”, avaliou o coordenador da Bancada do Oeste, agradecendo a agilidade do governo estadual no envio das medidas.

As duas matérias foram elaboradas após reunião, solicitada pela Bancada do Oeste, com o governador Carlos Moisés, na semana passada, na Casa d’Agronômica. “O nosso trabalho agora está concentrado em dar mais celeridade na tramitação e aprovação dessas propostas que vão auxiliar os nossos agricultores que contribuem de forma muito expressiva para a economia do estado”, acrescentou o deputado Fabiano, líder da Bancada do PT na Assembleia.

Unidade fazendo a diferença

No encontro com o governador Carlos Moisés, para reforçar os pleitos aos agricultores que sofrem com a crise hídrica no estado, realizado no último dia 18 por articulação do deputado Fabiano Luz, estiveram presentes lideranças das secretarias da Agricultura; Fazenda; Desenvolvimento Econômico; Defesa Civil; Casa Civil, Casan; o presidente da Assembleia Legislativa, Mauro de Nadal; os deputados Marcos Vieira, Valdir Cobalchini, Maurício Eskudlark, Marlene Fengler, Luciane Carminatti, Coronel Mocellin e Jair Miotto; além de representantes da Federação da Agricultura Familiar de Santa Catarina (Fetraf); Associação dos Municípios do Extremo Oeste (Ameosc); Associação dos Municípios do Oeste (Amosc); Associação dos Municípios do Entre Rios (Amerios); União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes); Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional de Santa Catarina (Consea/SC); CooperFamiliar, entre outras.

Áudio para rádios

Foto: Bruno Collaço-Agência AL